DIVULGAÇÃO
DIVULGAÇÃO

"Gosto de ousar, experimentar e o filme tem tudo", diz Mariana Ximenes que estreia no filme 'Zoom'

Dirigida por Pedro Morelli, atriz vive uma modelo e chega a ficar suspensa a 15 metros em uma cena

Entrevista com

Mariana Ximenes

Luiz Carlos Merten, O Estado de S. Paulo

14 de setembro de 2015 | 03h00

Mariana Ximenes conversa com o repórter pelo telefone do Projac, da Globo, onde gravava no sábado a série SuperMax.

Trabalhando até no sábado?

Estamos gravando num ritmo intensivo, seis dias por semana. Mas é muito bacana. A série é do (José) Alvarenga, que dirige com (José Eduardo) Belmonte. Já pensou? O Belmonte na Globo? O texto é do Marçal Aquino e do Fernando Bonassi. Passa-se num presídio de segurança máxima, como se fosse um reality show. Trabalho no hospital do presídio, sou enfermeira. Todos os personagens cometeram um crime e cada um tem um objetivo diverso – ambição vingança. É forte.

Já vi o Zoom e é muito louco. O que havia de interessante no projeto de Pedro Morelli?

Era ser louco, como você diz. Estou numa fase de filmar muito e não resisti ao convite do Pedro. Gosto de correr riscos, de ousar, de experimentar. O filme tinha tudo isso. Embarquei.

Tem uma cena que você se joga do avião e, na queda, segue escrevendo a história. Como foi?

Me suspenderam por um cabo, a 15 metros de altura e fiquei de cabeça para baixo. Pode parecer muito louco, mas havia uma construção psicológica. Tivemos até laboratório da Fátima Toledo para nos situarmos naquelas histórias que se abriam umas nas outras.

Zoom vai para o Festival do Rio, você foi melhor atriz em Gramado por Um Homem Só. Como se sente?

Além de atuar, produzi o filme da Cláudia Jouvin e foi uma coisa nova. No Rio, vou estar no Quase Memória. É só uma participação, mas amo o livro do (Carlos Heitor) Cony e aprendi muito com um diretor das antigas como o Ruy (Guerra). Também fiz o Grande Circo Místico, do Cacá (Diegues), a Margarete. E filmei outras coisas também, mas não estarão no Rio.

LEIA MAIS: Pedro Morelli mostra seu filme 'Zoom' à Charlie Kaufman

Mais conteúdo sobre:
CinemaMariana Ximenes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.