Gostei de "Crime Delicado"´

Surpreendente, esse Crime Delicado, de Beto Brant. Agradável surpresa, aliás. E isso porque Brant, autor de dois dos melhores longas-metragens do cinema brasileiro recente, Os Matadores e O Invasor, muda agora completamente de rumo, de estilo e talvez de compreensão do mundo. Em vez da trama policial, que já conduzia muito bem, em parceria com seu roteirista Marçal Aquino, Brant agora opta por uma linha mais intimista ao adaptar para a tela um romance de Sérgio Sant´Anna. Intimista, mas muito misteriosa. A história é a de um crítico de teatro, Antonio Martins (Marco Ricca), que se apaixona por uma estranha garota que conhece num bar, Inês (Lilian Taublib). Antonio fica obcecado por ela, e mais ainda quando descobre que ela é modelo e talvez amante de um pintor. Vamos dizer assim: o conteúdo da história é, se permite, já muito estimulante. Muito mais ainda é a forma como ele é transformado em matéria fílmica, em cinema que bate na tela como imagem e som. Brant ficou conhecido, por seus primeiros filmes, como um cineasta que gosta muito de movimentar a câmera (que é a "caneta" do diretor, embora em geral seja outro técnico quem a maneja). Seu estilo inclui passeios de câmera sem cortes, os planos-seqüência longos, que dão uma vivacidade muito grande ao que se vê na tela. Mas quem tem memória se lembra também de uma longa seqüência de câmera parada em Os Matadores, com Chico Diaz dando um show de interpretação. Aqui, a opção é essa: pela câmera estática, pousada sobre os atores, como que os convidando a interpretar.Convidando-os a adensar suas interpretações. O resultado é fantástico, em especial quando põe o foco sobre a personagem de Inês, que tem uma característica especial como descobrirá o espectador, que a torna tão incômoda quanto ainda mais sedutora aos olhos de Antonio. Brant, que fizera antes filmes com ênfase na ação, ou nos conflitos sociais, aqui realiza um belo, intenso e misterioso estudo sobre o desejo humano. Misterioso? Sim, senão não seria o desejo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.