Godard estará ausente da cerimônia paralela do Oscar

Academia dará um Oscar honorário a Godard, Francis Ford Coppola, Eli Wallach e Kevin Brownlow

25 de outubro de 2010 | 19h55

O cineasta franco-suíço Jean-Luc Godard, que receberá um Oscar por sua trajetória em novembro, não viajará a Los Angeles para receber a estatueta, segundo informou nesta segunda, 25, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, segundo divulga a agência France Press.

 

"Depois de dois meses de uma cordial troca de correspondências com Tom Sherak, o presidente da Academia, Jean-Luc Godard disse com pesar que não poderá comparecer à cerimônia de premiação dos governadores em 13 de novembro para receber seu Oscar", diz o texto divulgado pela Academia em comunicado, sem especificar as razões.

 

Jean-Luc Godard, de 79 anos, "reiterou seus agradecimentos pelo prêmio" e saudou especialmente aos outros "três mosqueteiros", como chamou o diretor-produtor Francis Ford Coppola, o ator Eli Wallach e o documentarista Kevin Brownlow.

 

Estas estatuetas honorárias serão entregues em 13 de novembro em

Hollywood, quando acontecerá pela segunda vez esta cerimônia paralela à pomposa entrega dos Oscars, a atores e filmes que ocorre normalmente entre fevereiro e março de cada ano no teatro Kodak de Hollywood.

 

Godard "escreveu e dirigiu durante 50 anos filmes audaciosos e às vezes controvertidos, que o tornaram um dos mestres da vanguarda da história do cinema", diz o comunicado da Academia.

Mais conteúdo sobre:
Jean-Luc GodardOscar

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.