"Gigli": fracasso de crítica e agora de público

E as críticas surtiram efeito. O filme Gigli, estrelado pelo casal Jennifer Lopez e Bem Affleck, teve uma estréia totalmente fracassada. A arrecadação do mico cinematográfico do ano, em seu primeiro fim de semana de exibição, foi de US$ 3,8 milhões. É um valor muito baixo para o mercado americano, onde estréias de cinema costumam alcançar as dezenas de milhões, ainda mais se têm no elenco gente tão famosa como Jennifer e Affleck. Gigli passou por um verdadeiro tiroteio de críticas antes de estrear. Foi dito que o filme já é o pior do século 21, tem diálogos paupérrimos e ainda que Jennifer Lopez diz a pior frase da história do cinema. Aquela em que a estrela pede a Affleck: "É hora do peru. Vem glu glu glu glu glu". Agora, o bombardeio de resenhas negativas tem resultado na bilheteria. Enquanto isso, a comédia American Wedding, terceiro filme da série American Pie, ficou em primeiro no ranking dos mais vistos nos cinemas dos EUA, com US$ 34,3 milhões. O infantil Spy Kids 3-D: Game Over veio logo atrás com US$ 20,1 milhões. Em seguida ficaram Pirates of The Caribean, com US$ 19,1 milhões; Seabiscuit, com US$ 17,5 milhões e Bad Boys 2, que arrecadou US$ 12,7 milhões. O sexto lugar é de Angelina Jolie com seu novo Lara Croft: Tom Raider, que faturou US$ 11,3 milhões. É no grupo de baixo, uma espécie de segunda divisão da bilheteria americana, que está a estréia do casal "bennifer". Ao lado de Procurando Nemo, Gigli e os seus US$ 3,8 milhões dividem o sétimo lugar no ranking. Mas o sucesso entre os dois não se compara: há várias semanas em cartaz, Nemo é a animação mais vista na história, superando Rei Leão. Já Gigli vai entrar para a história de forma menos nobre.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.