Gigante de Bollywood sela acordo com produtora de Spielberg

Grupo Ambani injetará US$ 550 milhões na DreamWorks para desligá-la de sua atual proprietária, a Viacom

EFE

08 de setembro de 2020 | 07h05

A companhia indiana Reliance Big Entertainment, propriedade do multimilionário Anil Ambani, chegou a um acordo com Steven Spielberg para formar um novo estúdio em Hollywood, informaram neste sábado fontes ligadas ao negócio. O grupo Ambani injetará US$ 550 milhões na produtora de Spielberg, DreamWorks, para desligá-la de sua atual proprietária, Viacom, e formar um projeto diferente. Além do investimento direto de capital, outros US$ 750 milhões entrarão no negócio como crédito da entidade investidora americana JP Morgan Chase, segundo as agências de notícias indianas "Ians" e "PTI". A DreamWorks foi criada em 1994, mas foi vendida a Paramount Pictures, do conglomerado Viacom, dois anos depois por US$ 1,6 bilhão. "Para facilitar uma transição adequada, eliminamos algumas cláusulas do acordo original para que os diretores da DreamWorks e seus empregados pudessem se unir sem atraso a essa nova companhia", reconheceu a Paramount em comunicado. Em maio deste ano, a companhia Reliance Big Entertainment já tinha tornada pública, em Cannes, sua intenção de entrar em Hollywood e em produtoras em que participam alguns dos atores mais importantes, como Brad Pitt, Tom Hanks, Nicholas Cage, Jim Carrey e George Clooney. "Por enquanto, não comentaremos o assunto", disse a "Ians", de Mumbai, um porta-voz da companhia. A Reliance pretende formar o novo estúdio visando produzir entre seis e oito filmes ao ano, para o que necessitará chegar a um acordo com alguma companhia de distribuição.

Tudo o que sabemos sobre:
BollywoodSpielberg

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.