'Gigante' celebra um ano do título mundial do Inter

Diretoria do clube gaúcho espera ganhar novos torcedores com mais uma ação de marketing

Alysson Oliveira, REUTERS

07 de dezembro de 2013 | 11h36

Em março deste ano, o Grêmio foi homenageado com o documentário Inacreditável - A Batalha dos Aflitos. Como não poderia deixar de ser, seu maior rival, o Internacional, também ganha um filme, Gigante - Como o Inter Conquistou o Mundo, que estréia no país nessa sexta-feira, 14, também disponível em DVD. Mas enquanto os gremistas festejavam o retorno à elite do futebol brasileiro com a conquista do título da Série B de 2005, a comemoração do Inter é pelo título de clubes mais importante do futebol internacional. No próximo dia 17, completa um ano que o Inter conquistou a Copa do Mundo de Clubes da Fifa, no Japão, derrotando na final o poderoso Barcelona, de Ronaldinho Gaúcho e Cia. Gigante narra a trajetória do clube gaúcho rumo a esse título. Dirigido por Gustavo Spolidoro, montado por Giba Assis Brasil, e com roteiro de Luis Augusto Fischer - todos fanáticos torcedores colorados -, o filme acompanha não apenas a preparação dos jogadores para disputar a final, com também a aflição e esperança de diversos torcedores. Entre os entrevistados ilustres estão o ex-goleiro da seleção brasileira Taffarel e o atual técnico da seleção, Dunga - ambos, ex-jogadores do Inter. Eles relembram momentos de altos e baixos no clube ao longo dos anos. Também contam lances dramáticos os jogadores que participaram da partida final, como Fernandão, que pouco antes de entrar em campo diz a seus companheiros que milhares de pessoas estavam apostando neles e que eles devem fazer por merecer essa confiança. A partida, que é exibida ao longo do filme, foi dramática. O Barcelona era o favorito, mas foi Adriano Gabiru, um jogador que saiu do banco de reservas e foi diversas vezes contestado pelos torcedores colorados, o responsável pelo gol mais importante do Inter. Gigante é um documentário praticamente institucional, feito com belas imagens e momentos que elevam a adrenalina dos torcedores colorados. Para isso, combina sequências de arquivo, cenas da final e depoimentos de torcedores, jogadores e dirigentes. Num momento do documentário, Fernando Carvalho, presidente do clube na época do título, diz que sempre sonhou ver seu time desfilando em carro de bombeiros. Prestes a se tornar um clube centenário - o Inter foi fundando em 1909 -, o clube realizou esse sonho de seu dirigente e de milhares de torcedores. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.