George Lucas diz que superproduções estão em baixa

O diretor de cinema George Lucas prevê que Hollywood vai se distanciar cada vez mais das superproduções e apoiar filmes independentes, que tenham custos de produção menores. A informação veio do site Imdb.com. George Lucas, criador da saga Guerras nas Estrelas, é considerado o responsável pela fenômeno das superproduções, que ganhou popularização nas últimas três décadas. Agora, ele acredita que filmes como Guerras nas Estrelas estão fora de moda, e uma prova disso foi o resultado do Oscar, que premiou, em sua maioria, filmes de produção independente e sobre temas políticos. Megaproduções como As Crônicas de Nárnia: o Leão, a Feiticeira e o Guarda-Roupa e King Kong arrebataram prêmios em categorias técnicas, como maquiagem e efeitos especiais, e consideradas menos importantes. "Hoje é irreal gastar US$200 milhões em um único filme. Esses filmes não conseguem mais arrecadar o dinheiro de volta, como aconteceu com King Kong", disse George Lucas ao jornal norte-americano New York Daily. E revelou: "Eu acho ótimo que as produções independentes tenham sido maioria no Oscar. É uma coisa boa para os negócios? Não, é ruim, mas um filme não pode se resumir a negócios. Filme é arte. Em 2025, os filmes custarão, em média, US$ 15 milhões".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.