Divulgação
Divulgação

George Clooney e Brad Pitt encenam peça a favor do casamento gay

Dirigido por Rob Reiner, '8' poderá ser vista ao vivo pela internet

EFE,

01 de março de 2012 | 16h17

LOS ANGELES - Um elenco de estrelas de Hollywood, com George Clooney e Brad Pitt, protagonizará no sábado uma peça de teatro a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo, que poderá ser vista ao vivo pela internet, informou nesta quinta-feira o blog do Google.

A representação foi anunciada em um vídeo no YouTube pelo diretor e produtor de cinema Rob Reiner (Antes de Partir) e faz parte de uma campanha impulsionada pela American Foundation for Equal Rights (AFER).

A história tem o título 8 e gira em torno de julgamento sobre a Proposição 8, uma iniciativa popular que foi aprovada nas urnas pela maioria dos eleitores californianos para modificar a constituição do Estado com o objetivo de assinalar que somente o enlace entre um homem e uma mulher é considerado casamento.

A Proposição 8 foi lançada em novembro de 2008 e paralisou os casamentos gays que eram realizados na Califórnia após uma sentença do máximo tribunal do Estado.

A proposta foi posteriormente recorrida nas cortes federais pelos grupos que defendem os casamentos homossexuais.

O tribunal de apelações do nono circuito judicial da Califórnia declarou no último dia 7 de fevereiro que é inconstitucional a proibição de casamentos entre pessoas do mesmo sexo, apesar de o processo continuar nas mãos da Justiça e se encaminhar para a Corte Suprema dos EUA.

8 contará com a participação de George Clooney, Brad Pitt, Martin Sheen, Kevin Bacon, Jane Lynch, Matthew Morrison e Jamie Lee Curtis, entre outros, e poderá ser visto ao vivo no sábado, 3 de março, a partir das 19h30 no horário local (23h em Brasília), pelo canal no YouTube da organização AFER.

A obra será encenada no teatro Wishire Ebell de Los Angeles, na Califórnia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.