Gael García Bernal vira membro da Academia de Hollywood

O ator mexicano Gael García Bernal, que interpreta o revolucionário Che Guevara em Diários de Motocicleta, de Walter Salles, mostrou-se hoje orgulhoso com o convite feito a ele pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood para ser um de seus membros. Gael García destacou que não fez ainda filmes na capital do cinema e disse que o convite "é uma honra". Mostrou-se grato porque poderá "ver os filmes antes que ninguém"."O que me impressionou é que me convidaram para fazer parte da Academiasem ter feito nenhum filme lá", disse García, em entrevista coletiva, referindo-se a Hollywood. Ele estava acompanhado pelo ator mexicano Diego Luna, de E sua Mãe Também.Segundo o ator de A Má Educação,de Pedro Almodóvar, "no final de contas é um presente ser um convidado de outro país". Isso mostra, disse ele, a "grande abertura" da Academia norte-americana.Gael García criticou, por sua vez, o fato de seu compatriota Diego Lunanão ter entrado ainda na Academia Mexicana de Arte e CiênciasCinematográfica, e garantiu que isto não aconteceu "por falta deméritos". Declarou: "Diego não é membro da academia mexicana e eu simporque fui indicado a um prêmio Ariel com Amores Brutos (2001),mas isso representa como está mal a academia no México".Sobre seus próximos projetos, o ator revelou que está entusiasmado com o filme O Passado, do cineasta brasileiro Hector Babenco, baseado em uma romance homônimo do escritor argentino Alan Pauls.

Agencia Estado,

07 de fevereiro de 2006 | 15h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.