Gael García Bernal, satisfeito como júri de Cannes

Gael García Bernal, satisfeito como júri de Cannes

Ator apresentou 'Revolución', uma coleção de curtas, sua primeira experiência como diretor e produtor

EFE/Guillaume Horcajuelo ,

21 de maio de 2010 | 22h24

O ator mexicano Gael García Bernal declarou nesta sexta, 21, sua satisfação por fazer parte do júri do Festival de Cinema Cannes, onde se apresentou como diretor e produtor e disse estar "vacinado" depois de ver tantos filmes.

 

"Vi coisas muito boas, foram muitos filmes, uns 24. Estou vacinado", brincou, em declarações à Agência Efe, depois de apresentar à imprensa "Revolución", uma coleção de curtas-metragens.

 

"Sinto que por algum tempo não verei filmes, mas também estou muito inspirado e contente pelo que vi e pela sorte que tive de poder ver diretores novos. O júri do qual fiz parte só viu obras-primas", acrescentou Bernal.

 

O ator fez parte do jurado da categoria que premia o melhor filme de diretor estreante e afirmou que todas as facetas de sua carreira artística são interessantes.

 

"A verdade é que cada uma tem sua particularidade e gosto muito de poder fazer parte de um grupo de gente que faz algo, gosto da sensação de equipe", afirmou.

 

Para Bernal, "Revolución", uma coleção de curtas apresentada em Cannes por um grupo de diretores mexicanos, expõe "versões pessoais" da revolução mexicana, que teve início em 1910.

 

"Da revolução mexicana existem as versões oficial e as outras", as quais Bernal chamou de "pessoais" e para as quais durante muitos anos "quase não houve espaço".

 

O ator dirigiu o curta "Lucio", sua contribuição em "Revolución".

Tudo o que sabemos sobre:
Gael García Bernal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.