Fundação de Spielberg financia mostra sobre gueto

A fundação de Steven Spielberg doa US$ 40 mil para criar uma mostra sobre o gueto de judeus na cidade de Cracóvia no sul da Polônia, segundo informou ontem o funcionário municipal Boguslaw Sonik.A exposição será inaugurada em meados do ano, com ajuda da Fundação Shoah, dirigida por Spielberg. Shoah em hebraico quer dizer Holoocausto. A mostra será realizada no local onde ficava uma farmácia, no centro da cidade onde os nazistas confinaram 17 mil judeus entre 1941 e 1943.Serão expostos documentos sobre a história do gueto. A farmácia era administrada por Tadeusz Pankiewicz que era o único polaco não judeu que vivia no gueto, que passava alimentos e remédios aos judeus.Parte do filme A Lista de Schindler, de Spielberg, se passa no gueto. Cerca de mil pessoas morreram nas ruas quando os nazistas evacuaram o gueto em 13 de março de 1943. Aqueles que os nazistas consideravam saudáveis foram enviados a um campo de trabalhos forçados em Plaszow. Os demais, foram exterminados.Oskar Schindler, o protagonista do filme de Spielberg de 1993, se valeu da amizade com pessoas influentes e de suborno para convencer aos comandantes nazistas de que era necessário preservar alguns judeus como empregados e desta maneira salvou 1.200 pessoas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.