Frank Miller vai levar Spirit, de Will Eisner, para as telas

The Spirit, personagem criado por Will Eisner em 1940, vai ganhar uma versão para cinema dirigida por Frank Miller. O anúncio foi feito no último fim de semana durante a New York Comic Con, evento com centenas de participantes que reúne artistas, produtores, editoras e fãs do universo das histórias em quadrinhos. "Preparem-se, [...] estamos a caminho de lugares sombrios.", disse Miller em e-mail lido na convenção pelo produtor Michael E. Uslan sobre o filme a ser realizado. Ausente do evento por causa de uma fratura na bacia, Frank Miller é autor de inúmeras obras em quadrinhos de sucesso como Batman - O Cavaleiro das Trevas, 300 de Esparta e Sin City. Spirit é a identidade inventada pelo detetive Danny Colt depois de ser dado como morto. Como descreveu o próprio Eisner em 1990, "Colt teve que se virar do jeito mais difícil. Sem superpoderes, sem superuniforme capaz de lhe dar vantagem sobre as pérfidas forças do mal, [...] Spirit aproveitou-se do manto do anonimato para enfrentar os criminosos além do alcance da lei, agindo à vontade, mesmo na marginalidade". Autor de histórias que abusam das sombras e da violência, Frank Miller foi apresentado pelos produtores como a escolha mais sensata para levar este tipo de herói aos cinemas."O Spirit é um filme que duvido que Will [Eisner] imaginaria sendo filmado de verdade. Porque com o passar dos anos, muitas pessoas quiseram fazer o filme, e por várias razões, não era algo simples de traduzir para o cinema" comentou Denis Kitchen, amigo pessoal do falecido Will Eisner. Mas segundo ele, a maneira como Miller desenhou e mais tarde dirigiu Sin City foi a melhor garantia: "Estamos todos muito confiantes que se existe alguém para fazer a [adaptação para o cinema], é ele." Nos últimos cinco anos o número de produções cinematográficas que se baseiam nos quadrinhos vem aumentando quase exponencialmente. Este ano chegarão às telonas Motoqueiro Fantasma, Quarteto Fantástico 2, Stardust e o próprio 300 de Esparta. Para 2008 estão previstos Homem de Ferro e Batman: The Dark Knight. Continuações ou não, quase todos contam as origens dos personagens principais ou adaptando histórias clássicas dos quadrinhos. No caso de Spirit aparentemente a intenção é a mesma. Com as mãos de Miller na direção espere-se muita pancadaria e sensuais femme fatales, típicas das histórias do herói, cuja inocência está bem guardada atrás de sua indefectível máscara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.