França e Espanha parabenizam Marion e Bardem por Oscar

Sarkozy congratula artistas franceses pelos três prêmios recebidos e diz que interpretação de Marion comove

Agências internacionais,

08 Fevereiro 2025 | 08h04

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, felicitou nesta segunda-feira, 25, os artistas franceses pelos três prêmios recebidos na 80.ª cerimônia do Oscar, realizada na noite de domingo, 24. A vice-presidente da Espanha, María Teresa Fernández de la Vega, também declarou nesta segunda que os espanhóis podem se sentir "muito felizes e orgulhosos" pelo Oscar de Melhor Ator Coadjuvante recebido por Javier Bardem.   Veja também: Confira a lista de vencedores na cerimônia do Oscar 2008  Galeria de fotos do tapete vermelho  Veja as fotos de todos os vencedores Especial Oscar 2008    María Teresa disse ainda em um programa da Televisión Española (TVE) que se trata de um prêmio "muito merecido". A vice-presidente considerou "maravilhoso" que um ator espanhol receba este reconhecimento e "muito bonito que ele tenha dedicado o prêmio à sua família e a todos os artistas.   Sarkozy parabenizou em especial a atriz Marion Cotillard, por sua interpretação no filme Piaf - Um Hino ao Amor. "Marion Cotillard encarna a Edith Piaf de maneira comovedora por seu realismo, emoção e paixão. Através de sua interpretação, revivemos a trajetória daquela que deu à canção seu título de nobreza e autenticidade, aquela que também uniu extremamente a França e os EUA", afirmou Sarkozy por meio de um comunicado.   "Esses três Oscars ilustram a excelência do cinema francês, que não se desmente, mas que se confirma com o tempo, e são um bom reconhecimento do talento de seus autores e artistas como de seus técnicos", disse ainda Sarkozy, segundo a agência France Press.   Sarkozy, o primeiro ministro francês, François Fillon, e a ministra da Cultura, Christine Albanel, também parabenizaram Didier Lavergne e Jan Archibald pelo Oscar de Melhor Maquiagem obtido pelo mesmo filme e Philippe Pollet-Villard, que recebeu o Oscar de Melhor Curta-Metragem por Le Mozart des Pickpockets.

Mais conteúdo sobre:
Oscar Javier Barden Marion Cotillard

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.