Kevin Lamarque/ Reuters
Kevin Lamarque/ Reuters

Framboesa de Ouro: Giuliani, ex-prefeito de NY, vence o prêmio de pior atuação em 'Borat 2'

A cantora que se tornou diretora Sia, a atriz Kate Hudson e a atriz coadjuvante Maddie Ziegler venceram em suas categorias

AFP, Redação

24 de abril de 2021 | 17h12

A votação foi encerrada e Rudy Giuliani não pode recorrer do resultado: o advogado do ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump foi premiado com o Framboesa de Ouro neste sábado, 24, por sua terrível "atuação" em Borat: Fita de Cinema Seguinte.

O Framboesa de Ouro homenageia todos os anos o que há de pior no cinema e antecede o Oscar, como uma zombaria da pomposa cerimônia, que acontecerá no domingo em Tinseltown.

Giuliani, ex-prefeito de Nova York, sequer sabia que estaria na sequência de Borat, que narra as aventuras de um jornalista cazaque fictício: ele foi levado a aparecer nas cenas de uma suposta entrevista em um quarto de hotel com a atraente e namoradeira filha de Borat, interpretada pela indicada ao Oscar Maria Bakalova.

Enquanto Bakalova espera para saber se conseguiu o cobiçado prêmio da prestigiosa Academia, Giuliani foi eleito o pior ator coadjuvante neste sábado.

Ele também dividiu o prêmio de pior cena com Giuliani aparentemente enfiando a mão na cueca samba-canção, sem perceber as câmeras escondidas.

Mais tarde ele insistiu que estava enfiando a camisa para dentro. 

O Framboesa de Ouro deste ano foi liderado por Music, um musical que gerou polêmica e foi ridicularizado por retratar o autismo.

A cantora que se tornou diretora Sia, a atriz Kate Hudson e a atriz coadjuvante Maddie Ziegler venceram em suas categorias.

O pior filme foi para Absolute Proof, um documentário de Mike Lindell,  CEO da fabricante de travesseiros My Pillow, apoiador de Trump.

O filme, que promove alegações mentirosas sobre uma fraude na eleição presidencial de novembro nos Estados Unidos, foi descrito pelos organizadores do Framboesa de Ouro como um "festival de duas horas de notícias falsas".

Lindell também foi eleito o pior ator.

O Framboesa de Ouro entregou seus prêmios pela primeira vez em 1981 em Los Angeles. É fruto da imaginação de graduados de cinema da UCLA e veteranos da indústria publicitária, que escolheram a fruta como símbolo de zombaria.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.