Foxx nega ser o mais importante de "Ray"

O ex-comediante Jamie Foxx, de 37 anos, o favorito para ganhar o prêmio de melhor ator no Oscar por sua atuação como Ray Charles no filme Ray, diz que o mérito por seu desempenho não é dele, e sim do verdadeiro protagonista da produção. "Eu sempre disse que não sou o principal ator no filme. Ray Charles é o ator principal e eu sou apenas o coadjuvante, porque sem sua vida não teríamos nada", diz Foxx.Para interpretar o compositor cego, Foxx perdeu cerca de 14 kg e usou olhos postiços para bloquear sua visão. "Para entrar de vez no papel, foi uma questão de entender as nuances de Ray Charles. Como ele pedia sua comida, como ele falava com a sua mulher, como ele ficava quando estava triste. Não era questão de imitação, mas de saber como ele realmente era.".Foxx, que começou a estudar piano quando tinha 3 anos, se preparou para o papel ensaiando algumas músicas com o próprio Ray Charles, a quem descreve como um professor rígido. "Tivemos a chance de cantar blues juntos, e quando eu atingia uma entonação errada, ele perguntava ´por que você fez isso?´ E eu falava que não sabia", relembra o cantor. "E aí ele dizia que as notas estavam ao alcance das minhas mãos e que eu precisava de tempo para achar o tom certo. E ele afirmava ´a vida é assim, nós todos temos notas ao alcance das mãos, mas precisamos de tempo para achar as notas certas, para descobrir a nossa própria música´."Nas premiações que antecedem ao Oscar, Foxx já foi reconhecido por seu papel em Ray, ganhando inclusive um Globo de Ouro e um Bafta (o Oscar britânico). O ator também concorre ao Oscar em outra categoria, a de melhor ator coadjuvante por seu papel em Colateral, sendo o segundo ator de todos os tempos a ser nomeado por dois papéis no mesmo ano - o primeiro foi Al Pacino.Analistas dizem que sua interpretação de Ray Charles fez com que muitas pessoas voltassem a se interessar pelas canções do artista. Talvez esse seja um dos motivos pelo qual o cantor recebeu oito prêmios Grammy póstumos neste ano. Durante a premiação do Grammy, Foxx se juntou à cantora Alicia Keys, um dos maiores nomes do R&B atual, para uma homenagem musical ao cantor. Além disso, o dueto de Foxx com Kanye West chegou a atingir o topo das paradas americanas, e o ator tem planos de lançar um álbum solo no final deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.