Fox se recusa a distribuir "Paixão" de Mel Gibson

A versão de Mel Gibson para as últimas 12 horas de Jesus Cristo continua provocando polêmica, e sua carreira nos cinemas se complicou. A Fox, a primeira opção do diretor, está se recusando a encampar a distribuição de The Passion ("A Paixão"). O estúdio está atento aos protestos que o filme tem suscitado mesmo antes da estréia. Um grupo de judeus ortodoxos de Nova York pediu a Fox que guarde distância da polêmica, alegando que The Passion inspira anti-semitismo.The Passion é uma versão para lá de violenta dos últimos momentos de Cristo. Traz Jim Caviezel no papel de Cristo e a estonteante Monica Bellucci como Maria Madalena. Gibson, membro de um grupo de católicos ultra-conservadores, pagou do próprio bolso a produção, que ficou em cerca de US$ 30 milhões. Sem distribuição, porém, The Passion se candidata a naufragar nas bilheterias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.