Fox e Ali pedem ao Senado dos EUA mais verba contra Parkinson

O ator Michael J.Fox e o ex-campeão de boxe Mohammed Ali pediram nesta quarta-feira a uma comissão do Senado americano um orçamento maior para as pesquisas sobre uma cura para o mal de Parkinsn. Ambos sofrem da doença."Com os recursos atuais, a ciência não tem muitas possibilidades de progredir", afirmou Fox. O pronunciamento do ator de De Volta para o Futuro, que foi transmitido ao vivo pela CNN, recebeu aplausos dos senadores.Fox criou há dois anos uma fundação que já financiou, com US$ 17 milhões, cerca de 50 projetos de pesquisa. O ator também escreveu um livro sobre a doença, que ataca o sistema nervoso central. O livro, intitulado LuckyMan, a Memoir (Um Homem de Sorte, uma Biografia), foi publicado no mês passado nos Estados Unidos.Fox, de 41 anos, descobriu que era portador do mal de Parkinson em 1991 e tornou público o fato em 1998.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.