Fotos inéditas de Marilyn Monroe, em Berlim

Uma nova mostra de fotos de Marilyn Monroe, muitas das quais inéditas, revela cenas da diva do cinema flagrada desprevenida e em momentos felizes, em Nova York, longe dos holofotes de Hollywood, fazendo carinhos no dramaturgo Arthur Miller, compras em Manhattan ou jogada na praia.Tiradas por Sam Shaw, o fotógrafo preferido e amigo íntimo de Marilyn, as fotos datam de 1954 a 1958, quando a atriz despojou-se de sua imagem de loura sexy e foi viver em Nova York para estudar a arte de atuar. Lá conheceu Miller, que se casou com ela em 1956. Ele foi seu terceiro marido.São mais de 160 fotos inéditas, que foram descobertas pelo filho de Shaw após sua morte em 1999, e que decidiu vender os direitos para o editor berlinense Thomas Lardon."Pode-se ver uma Marilyn Monroe muito serena e despreocupada, quase alegre e muito apaixonada", disse Thomas Lardon, o curador da exposição. "Por isso é especial".O próprio Shaw raramente teve acesso a momentos de espontaneidade de Monroe, que morreu de uma overdose de drogas no dia 5 de agosto de 1962, aos 36 anos. Mas esta espontaneidade e ternura estão traduzidas nas fotos em preto-e-branco que a mostram ao lado de Miller passeando por Nova York em um carro sem capotas, remando no lago do Central Park ou estendida sobre a grama em um vestido branco. Outras fotos mostram Marilyn jogada na praia de Amagansett em 1957, em retratos radiantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.