Fotógrafos processam Cameron Díaz e Justin Timberlake

Os fotógrafos Saúl Lazo e José González estão processando a atriz Cameron Diaz e seu noivo, o cantor Justin Timberlake. Eles dizem terem sido agredidos pelo casal ao tentarem fotografá-lo diante do hotel Chateau Marmont, em 6 de novembro, em Los Angeles. Segundo os fotógrafos, eles estavam a mais de três metros do casal, quando Cameron avançou sobre eles.Um representante do casal disse que não vai fazer declarações sobre o caso, por enquanto. Anteriormente, ele havia emitido uma nota dizendo que os artistas foram "emboscadas pelos dois homens em uma rua escura e agiram em legítima defesa". Cameron tomou a câmera de Lazo e a entregou à polícia.Segundo a denúncia, a atriz também pegou a câmera do outro fotógrafo, enquanto Justin apenas gritava: "Venham e lutem, covardes!". Por isso, os fotógrafos dizem ter sofrido "um momento de tensão nervosa", assim como lesões corporais, e exigem uma indenização não divulgada e multas para o casal.

Agencia Estado,

14 de novembro de 2004 | 10h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.