Filmes latino-americanos estão fora do Festival de Veneza

O 62.º Festival de Cinema de Veneza, que será realizado de 31 de agosto a 10 de setembro, não terá filmes latino-americanos concorrendo. De acordo com Marco Muller, um dos organizadores do evento, os filmes latino-americanos não teriam chances de vencer: "Vimos muitos filmes latino-americanos mas nenhum deles teria chance de vencer do concurso", disse à Ansa.Todavia, há um diretor brasileiro, Fernando Meirelles, de Cidade de Deus, que apresentará seu segundo filme, The Constant Gardener (O Jardineiro Fiel), uma co-produção falada em inglês entre Grã-Bretanha, Alemanha e Quênia, rodada na África, estrelado por Ralph Fiennes (Justin Quayle) e Rachel Weisz, entre outros atores.O argentino Fernando Ezequiel Solanas também participará do festival, mas com um documentário, considerado extraordinário por Muller, La Dignidad de los Nadies Armado.Dois curtas, também representando Brasil e Argentina, A Abertura de Duska Zagorac e De Glauber a Jirges, de André Ristum, participam do festival.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.