Filmes favoritos ao Oscar são fáceis de prever

É quase certo que o thriller Os Infiltrados, de Martin Scorsese, conseguirá uma vaga na disputa pelo Oscar de melhor filme, junto com o musical Dreamgirls - Em Busca de um Sonho e a comédia Pequena Miss Sunshine, quando a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciar os competidores nesta terça-feira. Autoridades no Oscar dizem que esses três longas-metragens devem competir pela maior honraria de Hollywood com Babel, uma saga de culturas em conflito, e A Rainha, um retrato da família real britânica. Essas cinco obras já foram indicadas para prêmios de melhor filme por dois dos grupos mais influentes de Hollywood - o Sindicato de Diretores da América e o Sindicato de Produtores da América -, cujas escolhas costumam vaticinar a tendência no Oscar. "Esse ano vimos um acordo sem precedentes entre os prêmios do sindicato de cinema para os cinco favoritos para o melhor filme", disse Tom O´Neil, colunista de premiações para o site theenvelope.com. "É um ano fácil para se prever os indicados (ao Oscar)." Babel e Dreamgirls, a adaptação cinematográfica de um sucesso da Broadway baseada no grupo musical formado por Diana Ross & the Supremes, ganharam destaque na semana passada ao ficarem com o Globo de Ouro nas categorias de melhor drama e melhor comédia ou musical, respectivamente. AzarõesMas o colunista O´Neil diz que qualquer um dos supostos favoritos ao Oscar de melhor filme pode ser derrubado da lista por um dos vários azarões, incluindo a sensação cômica Borat e o filme de guerra de Clint Eastwood, falado em japonês, Cartas de Iwo Jima. Isso porque o sistema de eleição do Oscar torna possível para uma produção ganhar uma das cinco indicações na categoria de melhor filme ao reunir apoio de um sexto mais um dos votos depositados na Academia. "A questão é que tudo o que se precisa é de um apoio pequeno e apaixonado para obter uma indicação. Você não precisa do apoio maciço da academia", observou O´Neil. O documentário cômico Borat: O Segundo Melhor Repórter do Glorioso País Cazaquistão Viaja à América também está na disputa na categoria de melhor ator. Só é preciso ver se o protagonista, o comediante britânico Sacha Baron Cohen, obterá reconhecimento do Oscar por sua interpretação freqüentemente obscena de um jornalista incompetente da Ásia Central. Outras grandes dúvidas são se Leonardo DiCaprio vai obter uma indicação para o Oscar de melhor ator por sua interpretação em Os Inflitrados ou em Diamante de Sangue, já que as regras da Academia não permitem que ele concorra por ambos os filmes. Não se sabe também se Brad Pitt será indicado como melhor ator ou melhor ator coadjuvante por seu papel em Babel. Outros filmes com chances de obter uma indicação para o Oscar de melhor filme são Vôo United 93, um drama filmado a bordo de um dos aviões seqüestrados no 11 de setembro, e Labirinto do Fauno, que mistura os horrores da guerra com uma fantasia sombria. Labirinto, falado em língua espanhola, é um dos favoritos para obter uma indicação na categoria melhor filme estrangeiro, junto com Volver, do espanhol Pedro Almodóvar, que conta com a atriz Penelope Cruz no elenco. Os maiores sucessos comerciais entre os favoritos ao Oscar de melhor filme são: Os Infiltrados, que arrecadou mais de 121 milhões de dólares nas bilheterias americanas, e Borat, que obteve 127 milhões de dólares nas bilheterias da América do Norte. DireçãoNa disputa pelo Oscar de direção, Scorsese, 64, deve ser indicado por Os Infiltrados. Diretor de clássicos como Taxi Driver e Os Bons Companheiros, Scorsese nunca ganhou um prêmio da Academia, apesar de ter sido indicado cinco vezes. Seus rivais devem ser Bill Condon por Dreamgirls, o britânico Stephen Frears por A Rainha, o diretor mexicano Alejandro Gonzalez Iñarritu por Babel e Eastwood por Cartas de Iwo Jima. Duas interpretações devem ganhar a indicação para o Oscar de melhor ator - a de Forest Whitaker por seu papel do ditador africano Idi Amin em O Último Rei da Escócia e a do veterano Peter O´Toole pelo papel de um ator idoso que se apaixona por uma jovem em Venus. Na categoria melhor atriz, as favoritas são Penelope Cruz por Volver, Judi Dench por Notas sobre um Escândalo, Helen Mirren por A Rainha, Meryl Streep por O Diabo Veste Prada e Kate Winslet por Pecados Íntimos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.