Netflix
Netflix

Filmes de terror por streaming para celebrar o Dia das Bruxas

Lançamentos e clássicos estão disponíveis para os cinéfilos que querem passar o Halloween tomando sustos

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2020 | 05h00

Halloween é coisa de gringo, mas ajudou a estabelecer o 31 de outubro como dia universal das bruxas e assombrações. Na tradição brasileira, existem a mula sem cabeça, o quibungo, e Zé do Caixão. Em plena Mostra, com quase 200 filmes selecionados, a maioria para se ver de forma remota, o streaming pega carona na celebração do dia 31. O Centro Cultural Banco do Brasil promove, a partir desta quarta, 28, a Mostra MacaBRo, dedicada ao cinema de horror brasileiro contemporâneo. O que não faltam são atrações, títulos clássicos e novidades na Mubi, na Netflix e em outras plataformas.

Um Filme para Nick

‘Nick’ é o autor norte-americano Nicholas Ray, e Wim Wenders filmou, no final dos anos 1970, sua luta contra a morte. Ray sofria de câncer e Wenders documentou sua agonia. Parece mórbido, até sinistro, coisa de terror, mas não é. Ray morre e a câmera segue filmando, no barco que carrega suas cinzas. Wenders reflete sobre o cinema – instrumento de vida, porque permite às coisas e às pessoas permanecerem como imagens, mas também de morte porque na própria imagem eternizada no tempo está a negação da vida. No Belas Artes à la Carte.

A Maldição da Mansão Bly

Desde o começo do mês, dia 9, está disponível a sequência de A Maldição da Residência Hill. Na Inglaterra de 1980, governanta é contratada para cuidar de casal de irmãos – duas crianças – numa mansão isolada. Mas uma força maligna habita o lugar. Veja, e prepare-se para uns bons sustos. Na Netflix.

Night of the Living Dead

A Noite dos Mortos-Vivos, de George A. Romero, de 1968, virou um marco do cinema de terror e, a cada dez anos, mais ou menos, o diretor voltou com novas histórias macabras de zumbis, sempre utilizando-as para dar dimensão política ao gênero. Nesse primeiro filme, grupo isola-se numa casa que passa a ser cercada pelos walking deads. Romero e o movimento por direitos civis – tem o negro, o racista. Mais atual que nunca, no quadro do Black Lives Matter. Na Mubi.

Swallow

Grávidas desenvolvem o paladar e vivem querendo comer coisas diferentes, mas nunca como nesse filme escrito e realizado por Carlo Mirabella-Davis. Casada com marido rico e mimado, a protagonista, interpretada com brilho por Haley Bennett, não precisa de muito tempo para mostrar que sua vida está insatisfatória. Swallow tanto pode ser andorinha como deglutir. O que Haley engole, ou deglute, é de apavorar. Na Mubi. 

 

É JORNALISTA E CRÍTICO DO ‘ESTADÃO’, AUTOR DE ‘CINEMA. ENTRE A REALIDADE E O ARTIFÍCIO’

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaNetflixstreamingHalloween

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.