Pixabay
Pixabay

Filmes de Natal: 11 opções para assistir e comemorar a data

Lista contém clássicos, originais Netflix, curtas, longas e animações para entrar no clima natalino

Marina Dayrell, O Estado de S.Paulo

13 de dezembro de 2018 | 01h00

A menos de duas semanas para o dia 25 de dezembro, os preparativos se intensificam. Árvores montadas, presentes comprados, ceia já planejada e, claro, não pode faltar um dos programas favoritos para a época: os filmes de Natal.

Entre estreias de 2018 e clássicos que merecem ser revistos quando chega o fim de ano, longas e curtas reacendem a magia do Natal e são ótimas opções de entretenimento tanto para ver com a família quanto para quem procura um filme romântico.

Confira a seleção de 10 filmes de Natal e uma série temática para ver em casa ou no cinema. Melhor ainda: muitos deles estão disponíveis na Netflix!

Estreias de 2018 na Netflix

O Natal de Angela

Com apenas 30 minutos, o curta é uma animação baseada em um conto comovente de Frank McCourt que conta a história de Angela, uma menina que na véspera do Natal tem uma ideia extraordinária.

A Princesa e a Plebeia

Com a estrela de High School Musical Vanessa Hudgens interpretando os dois papéis principais, o filme retrata a história de uma princesa europeia e de uma confeiteira que descobrem que são idênticas e trocam de lugar por um dia.

Crônicas de Natal

A comédia estrelada por Kurt Russell no papel do Papai Noel mostra as aventuras dos irmãos Kate e Teddy, que tentam salvar o ano depois de causarem um acidente com um trenó. 

Natal 5 estrelas

O primeiro-ministro italiano planeja encontrar sua namorada em uma viagem para a Hungria, mas ao chegar no quarto de hotel é surpreendido com o corpo de um defunto vestido de Papai Noel. O casal precisa se aventurar para distrair a imprensa e resolver o problema.

O Feitiço do Natal

Uma fotógrafa encontra um calendário mágico que parece prever o futuro e vê nele a possibilidade de encontrar um novo amor.

O Príncipe do Natal - O casamento real

Continuação do longa lançado em 2017 “O Príncipe do Natal”, neste filme Amber ajuda Richard a proteger a coroa enquanto os dois planejam se casar durante o Natal. Mas uma crise política e a insegurança de Amber pode atrapalhar os planos do casal.

Estreia de 2018 nos cinemas 

Grinch

A nova animação da Universal Pictures conta a história de um dos ícones mais famosos do Natal e que não suporta a data. No filme, Grinch decide invadir as casas dos vizinhos para roubar todos os presentes natalinos e acabar com as comemorações.

Clássicos de Natal 

Esqueceram de mim

A saga de filmes natalinos que ajudou a consagrar a carreira do ator Macaulay Culkin é uma das mais importantes para a época. São cinco longas, sendo dois deles estrelados por Culkin, que contam as aventuras mirins do protagonista que fica sozinho em casa na época do Natal. O primeiro estreou em 1990 e o último em 2015.

O Estranho Mundo de Jack (disponível na Netflix)

A animação produzida e co-escrita por Tim Burton e é um misto entre Halloween e Natal. No longa, cansado de sua rotina na cidade do Halloween, Jack Skellington segue as luzes de uma árvore de Natal e se depara com um portal para a cidade do Natal.

Um duende em Nova York

Will Ferrell interpreta Buddy, um humano criado no mundo dos elfos no Pólo Norte e que vai para Nova York para procurar o seu pai, mas, chegando lá, descobre que ele não acredita em Papai Noel.

Bônus: Série especial de Natal

Mandou bem - Natal e Ano Novo (disponível na Netflix)

A já conhecida série de culinária da Netflix ganhou uma temporada dedicada ao Natal e ao Ano Novo. Para quem não conhece, o mote do programa é apresentar três confeiteiros amadores que competem entre si para reproduzir receitas gastronômicas. Apresentado pela comediante Nicole Byer e pelo chocolatier Jacques Torres, o destaque da série são as receitas que dão errado e saem completamente diferentes do esperado.

Nesta edição, para ganhar o prêmio de 10 mil dólares, os participantes reproduzem receitas de fim de ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.