Filme traz Jim Carrey em nova máscara

Com medo de que o mercado internacional não seja receptivo à superprodução O Grinch, adaptação de clássico de Natal tipicamente americano, a Universal Pictures acaba de promover megaevento em Los Angeles. O estúdio reuniu mais de 300 jornalistas e exibidores de 12 países para apresentar o personagem mal-humorado e o ator por trás da máscara: Jim Carrey.Atualmente em baixa em Hollywood, principalmente depois das recentes críticas negativas que recebeu por Eu, Eu Mesmo e Irene, o comediante está simplesmente irreconhecível no novo papel. Graças a Rick Baker, vencedor de três estatuetas do Oscar e responsável pela maquiagem de O Grinch, Carrey se transformou em uma criatura verde peluda ? com focinho e tudo.Foi o ator quem assegurou os direitos do livro How the Grinch Stole Christmas, após convencer Audrey Geisel, a viúva do autor, de que interpretaria o personagem seriamente. Fantasiado de Grinch, um anti-Papai Noel sovina e solitário, ele não consegue reeditar as famosas caretas ? até porque carrega grossa máscara de borracha. Só mesmo quando o personagem sorri, coisa rara (afinal, Grinch ?tem alho na alma??), é que o público perceberá um quê de Carrey.Com previsão de estréia em novembro nos EUA e em dezembro no Brasil, o filme de US$ 150 milhões é baseado no livro de Theodor Geisel, mais conhecido como Dr. Seuss. Trata-se de uma comédia fantástica sobre criatura verde que mantém a sua rabugice tomando muito leite azedo. Incomodado pelo espírito de Natal que toma conta da cidade de Whoville, ele e o inseparável cachorro Max roubam todos os acessórios da festa, incluindo os presentes das crianças.A produção, com direção de Ron Howard (de Apollo 13), recria a magia de Whoville e de seus habitantes incomuns ? com cara de cachorro e penteados exóticos. Os cenários, repletos de curvas e formas torcidas, são extremamente fieis à visão fantasmagórica de Dr. Seuss, que escreveu a obra em 1957.A imprensa estrangeira já teve uma mostra do jeito Whoville de ser no evento The Grinch Extravaganza. O nome, aliás, reflete a disposição da Universal em investir pesado na publicidade do filme. O que inclui lobby junto à mídia internacional, já que os filmes muitas vezes só passam a dar lucro com o mercado externo. O estúdio levou para Los Angeles, onde foram mostrados trechos do filme, centenas de jornalistas estrangeiros.Para a noite de apresentação do elenco, a empresa fechou um dos galpões dos seus estúdios, em Universal City, decorando o local com adereços e partes do cenário do filme. Como era de se esperar, a cor predominante era o verde ? o que significou muito corante até nas bebidas.Depois de entreter os convidados com números circenses, incluindo um trapezista posando de Hércules, executivos da Universal chamaram os realizadores e o elenco no palco. Além de Carrey, atuam Molly Shannon, Bill Irwin, Christine Baranski, Jeffrey Tambor e a estreante Taylor Momsen, de seis anos, no papel de Cindy-Lou.Carrey dispensou o figurino e apareceu de cara limpa. Quando o produtor Brian Grazer falava da iniciativa de ?antecipar o espírito natalino com Grinch?, Carrey interrompeu com uma piada. ?Por que você não diz o verdadeiro motivo por trás do filme? Todo mundo sabe que nós queremos fazer milhões de dólares??, disse, provocando risadas.Antes de partir, Carrey foi colocado estrategicamente no hall de entrada, onde cada delegação dos 12 países convidados teve a chance de conhecer o astro. Quem saiu do Brasil com a esperança de entrevistar o ator, teve de se contentar com um simples aperto de mão. E dos mais rápidos, já que a fila era longa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.