Filme sobre Vladimir Herzog e debate com diretor, na FGV

É possível reviver o drama do jornalista Vladimir Herzog, morto há 30 anos pela ditadura militar, nesta sexta-feira, 16. A Fundação Getulio Vargas (FGV) promove, a partir das 19 horas, a exibição do documentário Vlado - 30 Anos Depois. Haverá posteriormente um debate com o diretor João Batista de Andrade, no CineDocGV.O projeto, coordenada pelo antropólogo Edgar Teodoro da Cunha, é uma parceria do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) e da Escola de Economia de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (EESP). Exibição de Vlado - 30 Anos Depois e debate com João Batista de Andrade. FGV. Rua Itapeva, 432, 4º andar, Salão Nobre. Hoje, às 19 horas. Inscrição gratuita: economia@fgvsp.br (é necessário cadastro por e-mail)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.