Filme sobre violência doméstica vence Oscar espanhol

O comovente Te doy mis ojos, um retrato da violência doméstica, venceu ontem as principais categorias dos prêmios Goya, o Oscar espanhol. A obra de Iciar Bollain ganha os troféus de melhor filme, direção, ator (Luis Tosar), atriz (Laia Marull), além de fotografia, som e atriz coadjuvante. O tema tem cativado grande atenção no país recentemente, no rastro de tragédias de mulheres assassinadas pelos maridos. "Dedico este prêmio aos sobreviventes", disse o diretor.Foi uma edição polêmica do Goya. Antes de começar a cerimônia, cerca de 300 pessoas protestaram contra uma indicação para o novo filme de Julio Medem. O diretor de Lucia e o Sexo concorria com um documentário sobre o grupo separatista basco ETA. Para os manifestantes, La Pelota Vasca: La piel contra la Piedra faz apologia de atos terroristas, ao dar o mesmo espaço a vítimas e a autores de atentados. No fim, Medem saiu sem prêmio nenhum.O ator veterano Héctor Alterio (dos premiados O Filho da Noiva e A História Oficial), de 73 anos, foi o homenageado da edição 2004 do Goya. Em seu discurso de agradecimento, ele dedicou o troféu à família, ao cinema e à Argentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.