Filme sobre muçulmanos faz sucesso na África do Sul

Um filme de baixo orçamento sobre um jovem muçulmano que tenta entrar no circuito da comédia em Johanesburgo está fazendo grande sucesso em toda a África do Sul, num pungente retrato dos conflitos entre juventude, tradição e religião.

ED CRO, REUTERS

09 de março de 2012 | 18h49

Ambientado no bairro indo-muçulmano de Fordsburg, "Material" narra a tempestuosa relação entre Cassim Kaif, interpretado pelo comediante sul-africano Riaad Moosa, e seu pai idoso, Ebrahim, que sonha em ver o filho à frente da loja de tecidos da família.

Rodado com um enxuto orçamento de 1 milhão de dólares, o filme combina momentos comoventes de drama pessoal e familiar com hilários fragmentos de comédia "stand-up" e do cotidiano de Johanesburgo, uma das cidades mais cosmopolitas do continente.

"O filme celebra o que há de bom no espírito da África do Sul e o legado de uma parte única e histórica desta terra", disse o produtor Ronnie Apteker, bem sucedido empresário da internet que agora se dedica ao cinema.

"Não é um filme de Bollywood, mas uma história indiana contemporânea. É um filme para toda a família, sem grosserias, e deve poder ser desfrutado por pessoas de todas as idades, tanto na África do Sul quanto no resto do mundo."

Tudo o que sabemos sobre:
FILMEAFRICASULMUCULMANOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.