Jerome Delay/ AFP
Jerome Delay/ AFP

Filme sobre Ayrton Senna é confirmado e chega aos cinemas em 2019

A ideia da família é lançar o longa sobre a vida do piloto brasileiro no ano em que se completam 25 anos de morte

O Estado de S. Paulo

03 de novembro de 2016 | 13h10

A vida de Ayrton Senna vai voltar às telonas. Depois do documentário Senna, produzido pela mesma equipe que criou Amy, sobre Amy Winehouse, a família do piloto brasileiro, através do Instituto Ayrton Senna, confirmou que a vida dele será levada para os cinemas. 

A informação, confirmada pelo Estado, é que o projeto está em andamento e que o roteiro do longa-metragem, que deverá ser aprovado pela família do piloto,  já está em desenvolvimento. 

O plano de lançamento para o filme também começa a ser traçado. E chegada às telas, até o momento, está prevista para 2019, ano em que se completa m 25 anos da morte dele após o acidente durante o Grande Prêmio de Imola, na Itália, em 1994. 

A família há anos negocia com estúdios para levar a vida do piloto para as telas – a Warner, por exemplo, chegou iniciar as conversas de um longa com o ator Antonio Bandeiras como o intérprete do brasileiro. 

À coluna do jornalista Ricardo Feltrin, do Uol, Bianca Senna, diretora de branding do Instituto Ayrton Senna e sobrinha do tricampeão da F1, confirmou a negociação frustrada com o estúdio. “Realmente tivemos negociações com a Warner no ano retrasado, mas depois disso não voltamos a falar mais”, disse. 

De acordo com a coluna, os roteiristas do filme já começaram a ouvir pessoas ligadas ao piloto, como Antonio Carlos de Almeida Braga, o Braguinha, o cantor Fagner, e o sócio  Bira Guimarães. 

O estúdio que levará o filme às telas, diretor e elenco ainda não foram revelados. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.