Divulgação
Divulgação

Filme 'Preciosa' arrebata cinco prêmios no Spirit Awards

Diretor do filme, Lee Daniels, disse que essa pode ser sua vez nos pódios das premiações ao receber estatueta

Dean Goodman, Reuters

06 de março de 2010 | 10h38

Preciosa - Uma História de Esperança, a angustiante trajetória de luta de uma sobrevivente de incesto para aceitar a si mesma, arrasou na sexta-feira no Spirit Award, a versão do Oscar realizada para premiação do cinema independente, levando para casa cinco prêmios. A obra foi vencedora nas categorias de melhor filme, diretor e roteiro original. Seus atores, a novata Gabourey Sidibe e a comediante Mo'Nique, conquistaram os prêmios de melhor atriz e melhor atriz coadjuvante, respectivamente. Confira a lista dos indicados e os vencedores em cada categoria.

 

Veja também:

especialOs indicados ao Oscar 2010

lista Escolha seu programa para o fim de semana em SP

O filme premiado, cujo título na íntegra, em inglês, é Preciosa: Baseado no Romance 'Push', de Sapphire também levou a estatueta de roteiro para Geoffrey Fletcher. Ao agradecer por seu prêmio de melhor diretor, Lee Daniels indicou que poderia ser sua vez no pódio nesta temporada de premiações. Daniels gastou US$ 10 milhões para fazer o filme, com recursos de um casal de Denver, Sarah Siegel-Magness e Gary Magness.

Ele foi lançado no Festival de Cinema de Sundance, em janeiro de 2009, com a meta modesta de obter um acordo para exibição em DVD. Mas provocou uma guerra de ofertas e acabou nas mãos da distribuidora independente Lionsgate. O estúdio lançou Preciosa em novembro e recebeu aclamação da crítica e bons resultados de bilheteria.

 

A cantora Mariah Carey ao lado da atriz principal do filme, Gabourey Sidibe, entrega a estatueta de melhor direção a Lee Daniels. Ao lado direito, o cantor Lenny Kravitz, que anunciou o prêmio.

Outro favorito ao Oscar, Jeff Bridges, ganhou o prêmio principal para atores pela interpretação de um cantor de música country, alcoólatra, em Coração Louco. O filme também levou o prêmio de melhor obra de estreia.

Todo ano, alguns vencedores do Spirit costumam ganhar prêmios no Oscar, graças, em parte, ao sucesso de filmes de baixo orçamento. Mas a competição deste ano no Oscar parece ser uma disputa entre Avatar, filme de ficção científica, de alto custo, e o drama Guerra ao Terror, produzido por uma companhia pequena, que não participou do Spirits porque foi premiada no ano passado.

Outros vencedores incluem Woody Harrelson, como ator coadjuvante em O Mensageiro, o britânico Educação, como melhor filme estrangeiro, e Anvil! The Story of Anvil, melhor documentário.

Mais conteúdo sobre:
Spirit AwardsPreciosaOscarfilme

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.