Filme faz propaganda anti-americana

Brat/2, filme de Aleksei Balabanov, tem causado furor nos cinemas russos. Em apenas três dias, a fita se tornou a mais assistida em Moscou. O detalhe é que a história traz uma violenta propaganda anti-americana. O longa-metragem não tem chance de concorrer ao Oscar mas isso parece não ter importância para o público. Todos os dias há filas em todos os horários de exibição.O primeiro filme, Brat (1997) foi bem aceito pela crítica e público ocidental. A história mostrava algumas cenas racistas que eram necessárias para caracterizar melhor o personagem principal. O protagonista era o irmão caçula de uma assassino. Ambos acabaram se envolvendo com mafiosos da pior espécie. Nessa sequência, Balabanov não poupou críticas ao Estados Unidos, o que causou uma reprovação por parte da imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.