Divulgação
Divulgação

Filme emotivo sobre cão vira pesadelo de marketing após divulgação de vídeo

O longa 'Quatro Vidas de um Cachorro', de Lasse Hallström, tem previsão de estreia nos EUA no dia 26 de janeiro

Jill Serjeant, Reuters

20 Janeiro 2017 | 10h05

O que foi anunciado como uma comédia emotiva para amantes de cachorros virou um pesadelo de marketing nesta quinta-feira, 19,  depois do surgimento de um vídeo de um cão amedrontado sendo forçado a entrar numa corrente de água no set de filmagem.

O grupo de defesa dos direitos dos animais Peta chamou um boicote contra o filme Quatro Vidas de um Cachorro. O diretor da produção, Lasse Hallström, afirmou via Twitter ser um amante antigo dos animais, que estava “muito perturbado” pelo vídeo e que não havia testemunhado o ocorrido.

Uma associação norte-americana que monitora o tratamento de animais em filmes afirmou em comunicado que havia suspendido o seu representante no set de filmagens e que estava trazendo um terceiro para investigar.

O vídeo, obtido pelo site de notícias de celebridades TMZ, mostra um condutor tentando várias vezes convencer um pastor alemão a entrar numa corrente de água fria. Alguém é ouvido rindo e dizendo: “Você tem apenas que jogá-lo”.

O lançamento da Universal Pictures, estrelado por Dennis Quaid, é sobre um cão fiel que reencarna várias vezes para diferentes donos, trazendo alegria para a vida deles. Ele está previsto para ser lançado nos EUA em 26 de janeiro.

O ator Josh Gad, que faz a voz do cão no filme, afirmou que estava “abalado e triste” com o vídeo. Ele não sabia sobre as circunstâncias do ocorrido, uma vez que não participava das filmagens.

A produtora Amblin Entertainment declarou que estava investigando o incidente, mas que havia seguido os protocolos sobre uso de animais em filmagens.

“Houve vários dias de ensaios das cenas com água para garantir que Hércules (o pastor alemão) estava confortável com todas as situações. No dia da filmagem, Hércules não quis fazer a performance, e então a equipe da Amblin não continuou com a filmagem daquela cena.”

 

Mais conteúdo sobre:
Cachorro Twitter Dennis Quaid

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.