Filme deve contar vida do Profeta Maomé

Um longa sobre a vida do Profeta Maomé deve ser produzido em breve, e será o segundo filme do gênero com roteiro em inglês, disseram os produtores nesta segunda-feira. "The Messenger of Peace" será um refilmagem do "Maomé, o mensageiro de Alah", de Moustapha Akkad, um clássico de Hollywood de 1977 estrelado por Anthony Quinn que foi aplaudido pelos mulçumanos como um exemplo de como o Ocidente comercial pode respeitar o Islã. "Nós temos extremo respeito pelo trabalho de Akkad, mas a tecnologia no cinema avançou desde 1970 e iremos empregar técnicas modernas de filmagem em seu último projeto", disse o produtor Oscar Zoghbi, que trabalhou no original, em comunicado. Akkad, produtor-executivo do terror "Halloween" nascido na Síria, foi morto em um ataque suicida à bomba da al Qaeda em um hotel de luxo em Amã, capital da Jordânia, em 2005. No filme original, o Profeta e seus companheiros não apareciam, ouvia-se apenas sua narração, respeitando o acordo com mulçumanos de preservar sua imagem. Retratos de Maomé têm incitado a ira nos últimos anos. Charges do Profeta impulsionaram protestos, alguns mortais, por mulçumanos em muitos países em 2006. O escritório de uma editora britânica foi atacado em setembro por causa de um romance sobre a noiva do Profeta. "É preciso que haja no século XXI um filme que conte a jornada que resultou no surgimento do Islã", disse o roteirista do filme, Ramsey Thomas, em comunicado. Um porta-voz dos produtores disse em uma nota por email à Reuters que os detalhes da produção do filme serão divulgados "em momento oportuno". (Reportagem de Andrew Hammon)

REUTERS

08 de outubro de 2027 | 12h16

Tudo o que sabemos sobre:
FILMEMAOME*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.