Filme de Oliver Stone sobre Bush divide crítica

'W', que deve estrear nos EUA no dia 17, narra trajetória do presidente americano.

Da BBC Brasil, BBC

08 de outubro de 2008 | 14h33

Uma biografia para o cinema do presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, rendeu ao aclamado diretor americano Oliver Stone críticas contrastantes na sua primeira exibição no país, na terça-feira.O filme, chamado W., narra a trajetória do presidente desde os seus tempos na Universidade de Yale até a sua chegada à Casa Branca.Em várias resenhas, o ator Josh Brolin, que encarnou o presidente no filme, recebeu entusiasmados elogios."O ator oferece mais do que uma razoável semelhança física (com Bush) e uma interpretação que convence, impetuosa e determinada", disse o crítico Todd McCarthy, da revista Variety.A revista diz que o filme é "incomum e inevitavelmente interessante" e oferece "uma interpretação clara e plausível do atual estado psicológico do presidente".Mike Goodridge, da revista Screen International, foi além, dizendo que Brolin é candidato a prêmios de melhor ator pela interpretação do presidente."Totalmente imerso no papel, o ator vai além da imitação - ele dá uma complexidade humana ao presidente", afirmou Goodridge.O crítico diz que o presidente é representado no filme como "tão carismático quanto é estúpido, tão idealista quanto perigosamente inocente".Filme para TVO jornal britânico The Times foi um dos que ressaltou falhas na nova produção. "A tarefa de resumir tudo isso em um par de horas derrubou Stone", diz a publicação.No também britânico The Guardian, o correspondente do jornal em Los Angeles, Dan Glaister, afirma que W "parece mais um filme para a televisão do que um épico cinematográfico".Glaiser diz que W é mais "convencional" do que JFK - A Pergunta que Não Quer Calar (1991) e Nixon (1995), os filmes anteriores de Stone sobre presidentes americanos.O diretor começou a filmar W em maio, com a intenção de lançá-lo nos cinemas pouco antes das eleições de novembro. O filme deve ter sua estréia nos Estados Unidos em 17 de outubro.Além de Brolin, o elenco inclui Richard Dreyfuss no papel do vice-presidente Dick Cheney, Ioan Gruffudd como o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair, Thandie Newton como a secretária de Estado americana Condoleezza Rice e Jeffrey Wright como Colin Powell, que ocupou o cargo de Rice durante o primeiro mandato de Bush.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.