Arquivo/AE
Arquivo/AE

Filme de Michael Jackson ficará mais duas semanas em cartaz

'This Is It' ficou em 1.º lugar nas bilheterias brasileiras do primeiro fim de semana, arrecadando R$ 3,6 milhões

estadao.com.br,

05 de novembro de 2009 | 14h21

O filme com as últimas gravações de Michael Jackson, This is It, que reinou nas bilheterias mundiais, quebrando recordes e faturando US$ 101 milhões em cinco dias de exibição, segundo Jeff Blake, presidente da Sony Pictures Entertainment Worldwide Marketing & Distribution, vai ganhar mais duas semanas nas telas dos cinemas brasileiros. Aqui, This Is It conquistou o primeiro lugar nas bilheterias do primeiro fim de semana, arrecadando R$ 3,6 milhões.

 

Veja também:

link'This Is It' arrecada US$ 20 milhões na estreia mundial

linkFãs lotam estreia de documentário sobre Michael Jackson

trailer 'This is it': O trailer do novo filme de Michael Jackson

video TV mostra vídeo dos últimos ensaios

som Território Eldorado: 'This Is It' por Michael Jackson

som Território Eldorado: ouça todas as fases do rei do pop

 

O filme reconstrói durante cerca de duas horas os shows que Michael daria em Londres no meio do ano e que foram cancelados devido a sua repentina morte no dia 25 de junho. Foi criado a partir de mais de 100 horas de gravação dos ensaios realizados em Los Angeles entre março e junho deste ano.

 

Lançado no dia 28 de outubro, só nos Estados Unidos arrecadou US$ 21,3 milhões no fim de semana de estreia, atingindo US$ 32,5 milhões em cinco dias por lá e US$ 68,5 milhões pelo mundo. Nos EUA, vai ficar mais três semanas em cartaz.

 

Ainda segundo a Sony, o filme dirigido por Kenny Ortega, é a 5ª maior abertura do ano, chegando perto de X-Men Origens - Wolverine, que obteve US$ 73,1 milhões e superando de longe Noites no Museu 2, que atingiu US$ 49 milhões.

 

Os números indicam que os países onde o filme tem feito mais sucesso são, pela ordem, Japão, Reino Unido, Alemanha, França, Austrália, China, Itália e Espanha.

 

"Os números são incríveis", disse o presidente de distribuição da Sony, Rory Bruer. "É muito mais que um filme sobre um show. Kenny Ortega criou um filme emocionante e excitante, um incrível tributo ao rei do pop", acrescentou.

Tudo o que sabemos sobre:
Michael Jackson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.