Filme de Mel Gibson recebe classificação restrita

O polêmico filme de Mel Gibson, A Paixão de Cristo, recebeu a classificação de "restrito" para exibição nos cinemas americanos. O selo R (de restrict) é a segunda classificação mais grave que um filme pode ter nos Estados Unidos. Quando um filme recebe esta classificação, significa que menores de 17 anos só poderão entrar no cinema acompanhados de adultos. Acima do R, existe apenas o NC-17, que indica que os cinemas não podem permitir a entrada de menores de 17 anos em hipótese alguma. A Paixão de Cristo foi considerado muito violento pela Motion Picture Association of America (MPAA). Com estréia marcada para 25 de fevereiro, quarta-feira de Cinzas, o filme apresenta uma versão das últimas 12 horas da vida de Jesus Cristo, com direito a diálogos em latim e aramaico. O papel de Cristo é vivido por Jim Caviezel e a estrela Monica Bellucci é Maria Madalena. Católico ultra-conservador, Mel Gibson é acusado de ter feito um filme capaz de despertar sentimentos anti-semitas, já que supostamente em sua versão da história os judeus são considerados culpados pela crucificação. A igreja Católica já negou oficialmente esta versão.

Agencia Estado,

03 de fevereiro de 2004 | 16h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.