Filme de Madonna não vai para cinemas na Inglaterra

Os britânicos não vão ver o novo e fracassado filme de Madonna, Swept Away. A razão alegada pelos distribuidores da Inglaterra é a péssima bilheteria obtida nos Estados Unidos. ?Por causa dos resultados desapontadores da bilheteria do filme de Guy Ritchie nos estados Unidos, não vamos lançá-lo no Reino Unido?, afirma em nota a Columbia Tristar. Agendado para chegar aos cinemas britânicos em março, o filme em que Madonna é dirigida por seu marido Guy Ritchie irá direto para as prateleiras das locadoras. Em sua estréia nos EUA, Swept Away arrecadou nada mais do que US$ 375 mil em 196 cinemas, no seu primeiro fim de semana de exibição. Um filme comercial costuma estrear em média em 2 mil salas de cinema nos Estados Unidos. Depois de duas semanas em exibicão, Swept Away foi tirado de cartaz. Em comparação, Red Dragon, terceiro filme da série iniciada com O Silêncio dos Inocentes, obteve US$ 17,6 milhões no mesmo fim de semana. Com Swept Away, Guy Ritchie fez um remake do italiano Destino Insólito, um filme de 1974 dirigido por Lina Wertmuller. A reação da crítica americana ao filme foi a pior possível. O jornal Washington Post, por exemplo, escreveu a respeito de Swept Away que ?o filme põe à prova a piedade por Madonna?. A mesma crítica dizia que ?a performance dela não é convincente, não é agradável, é tíbia?. Outros jornais americanos seguiu a mesma dureza do Washington Post ao criticar o mais recente filme de Madonna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.