Bruno Machado
Bruno Machado

Filme de Karim Aïnouz é premiado na mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes

Brasileiro 'A Vida Invisível de Eurídice Gusmão' foi eleito melhor filme e tem no elenco Carol Duarte, Julia Stockler, Fernanda Montenegro; confira trailer

Rodrigo Fonseca, Especial para O Estado

24 de maio de 2019 | 16h15

CANNES - O filme A Vida invisível de Eurídice Gusmão, de Karim Aïnouz, foi eleito melhor longa na mostra Um Certo Olhar, na 72ª edição do Festival de Cannes, nesta sexta, 24. 

A vitória na Croisette, na disputada mostra paralela à briga pela Palma de Ouro, coroa uma estrada de sucesso na carreira do melodrama baseado no romance de Martha Batalha. Nele, as irmãs Eurídice (vivida pelas atrizes Carol Duarte e Fernanda Montenegro) e Guida (Júlia Stockler) passam uma vida se buscando, após um incidente familiar, no Rio de Janeiro dos anos 1950, que traduz o machismo da época.

Karim é um dos grandes autores brasileiros de sua geração, com filmes como O Céu de Suely e o visceral Praia do Futuro. E foi em no Festival de Cannes, há 17 anos, que ele estreou seu com Madame Satã.

E neste agora foi a vez de ele voltar com a história das irmãs Guida e Eurídice, que são cúmplices no afeto que têm uma pela outra, inseparáveis no dia a dia. Obra é baseado em um romance de Martha Batalha e traz no elenco Carol Duarte, Julia Stockler, Fernanda Montenegro e Gregório Duvivier, entre outros.

O Festival de Cannes termina neste sábado, 25, quando anunciará do vencedor da Palma de Ouro. 


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.