Bruno Machado
Bruno Machado

Filme de Karim Aïnouz é premiado na mostra Um Certo Olhar do Festival de Cannes

Brasileiro 'A Vida Invisível de Eurídice Gusmão' foi eleito melhor filme e tem no elenco Carol Duarte, Julia Stockler, Fernanda Montenegro; confira trailer

Rodrigo Fonseca, Especial para O Estado

24 de maio de 2019 | 16h15

CANNES - O filme A Vida invisível de Eurídice Gusmão, de Karim Aïnouz, foi eleito melhor longa na mostra Um Certo Olhar, na 72ª edição do Festival de Cannes, nesta sexta, 24. 

A vitória na Croisette, na disputada mostra paralela à briga pela Palma de Ouro, coroa uma estrada de sucesso na carreira do melodrama baseado no romance de Martha Batalha. Nele, as irmãs Eurídice (vivida pelas atrizes Carol Duarte e Fernanda Montenegro) e Guida (Júlia Stockler) passam uma vida se buscando, após um incidente familiar, no Rio de Janeiro dos anos 1950, que traduz o machismo da época.

Karim é um dos grandes autores brasileiros de sua geração, com filmes como O Céu de Suely e o visceral Praia do Futuro. E foi em no Festival de Cannes, há 17 anos, que ele estreou seu com Madame Satã.

E neste agora foi a vez de ele voltar com a história das irmãs Guida e Eurídice, que são cúmplices no afeto que têm uma pela outra, inseparáveis no dia a dia. Obra é baseado em um romance de Martha Batalha e traz no elenco Carol Duarte, Julia Stockler, Fernanda Montenegro e Gregório Duvivier, entre outros.

O Festival de Cannes termina neste sábado, 25, quando anunciará do vencedor da Palma de Ouro. 


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.