Filme de Jim Carrey é proibido no Egito

As autoridades egípcias proibiram o filme Todo Poderoso (Bruce Almighty) por considerá-lo sacrílego, disse o diretor da censura estatal. Madkour Thabit, que dirige la oficina estatal de censura criticou o filme protagonizado por Jim Carrey e Morgan Freeman por presentar "atores que fazem o papel de Deus"."O nome do filme indica que alguém pode fazer tudo", disse Thabit em uma declaração enviada por fax para a The Associated Press. "Tal facultade corresponde somente a Deus".As autoridades decidiram na quarta-feira proibir o filme no Egito e os distribuidores ainda podem apelar contra a decisão. O filme que é protagonizado também por Jennifer Aniston, conta a história de um homem cujas súplicas são ouvidas por Deus que lhe concede seu poder por uma semana.Em junho, os censores egípcios também proibiram Matrix Reloaded, por colocar em dúvida a existência humana e a criação divina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.