Filme de Eduardo Coutinho é premiado em festival na Espanha

'Jogo de Cena', documentário com depoimentos de mulheres, como Marília Pêra, ganha o Alhambra de Ouro

EFE,

08 de junho de 2007 | 13h08

O filme Jogo de Cena, do brasileiro Eduardo Coutinho, recebeu a Alhambra de Ouro de melhor longa-metragem no 2.º Festival de Granada Cinemas do Sul. Veja também:Trailer de Jogo de Cena   O júri, segundo a ata lida por um de seus membros, o uruguaio Jorge Ruffinelli, decidiu por unanimidade conceder a Alhambra de Ouro de melhor longa-metragem a Jogo de Cena pela assombrosa originalidade de cena, que explora ao mesmo tempo a natureza da ficção e o documentário, e a expressão da dor humana.  O filme de Eduardo Coutinho, que combina documentário com ficção em Jogo de Cena, narra as histórias reais de 23 mulheres, entre elas, as atrizes Marília Pêra, Fernanda Torres e Andréia Beltrão que falam sobre suas próprias histórias. A produção ganhou o prêmio de melhor filme da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) em 2007. O prêmio ao melhor longa-metragem do festival, dedicado ao cinema do sul geopolítico - África, América Latina, Ásia e países árabes - é de 50 mil euros. Segundo a ata do júri, lida neste sábado, 7, em Granada (Espanha), Frozen, do indiano Shivajee Chandrabhushan, ficou com a Alhambra de Prata de melhor diretor, enquanto o prêmio especial dos jurados, a Alhambra de Bronze, foi concedido a We Went to Wonderland, da produtora chinesa Xiaolu Guo.

Tudo o que sabemos sobre:
Jogo de CenaEduardo Coutinhoprêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.