Filme de Danny Boyle é destaque em festival de Telluride

Cinéfilos, diretores,atores e executivos do cinema vêm se misturando há três dias noFestival de Cinema de Telluride, cidade montanhosa do Colorado,onde vários filmes estrangeiros vêm gerando muitos comentários,incluindo "Slumdog Millionaire", do britânico Danny Boyle. Todos os anos a indústria cinematográfica espera do evento-- em que o cinema ganha precedência sobre as celebridades --que crie uma divulgação boca a boca antecipada de filmes, emsua maioria independentes, que podem ganhar força na temporadade premiações de Hollywood, que culmina com a entrega dosOscar. Este ano, a conversa nos cinemas, bares e cafés em quecinéfilos se misturam com personalidades como os atores GregKinnear e Jeff Goldblum, o escritor Salman Rushdie e osdiretores David Fincher e Mike Leigh girou em torno da ausênciade filmes americanos na seleção. No passado, Telluride já abriu caminho para sucessos debilheteria e crítica como "Juno". "Slumdog Millionaire", o novofilme de Danny Boyle, lotou os cinemas maiores do festival efoi aplaudido pelo público. Boyle, 51 anos, diretor de filmes como "Trainspotting" e"Sunshine -- Alerta Solar", disse à Reuters na segunda-feiraque o atual "mercado conservador" americano, que favorece osblockbusters, significa que a reação inicial do público éimportante para divulgar seu filme dinâmico. "Slumdog Millionaire" é a história de um órfão favelado deMumbai, Índia, que está prestes a ganhar milhões com o show deTV "Who Wants To Be a Millionaire". Outros filmes que vêm conquistando o público de Tellurideincluem "Hunger", trabalho de estréia de outro diretorbritânico, Steve McQueen, sobre a greve de fome feita em 1981por um membro encarcerado do IRA, Bobby Sands. E um pequeno filme irlandês, "Kisses", sobre um rapaz e umagarota que escapam de uma favela em Dublin, também foi bemrecebido. Seu diretor, Lance Daly, disse à Reuters que não sabe se"Kisses" poderá repetir o sucesso de "Apenas Uma Vez" no anopassado, outro filme irlandês feito com orçamento pequeno e quevirou sucesso comercial e de crítica. "Happy-Go-Lucky", do cineasta britânico Mike Leigh ("OSegredo de Vera Drake"), também foi bem recebido, e Leigh disseà Reuters que o grande número de filmes europeus exibidos emTelluride deve "lembrar ao público americano que existe umcinema dinâmico chamado cinema mundial que é feito o tempotodo". Outros filmes europeus que atraíram reações favoráveisincluíram o francês "I've Loved You So Long", o dinamarquês"Flame and Citron", o norueguês "O'Horten" e o austríaco"Revanche". "Adam Resurrected", do roteirista e diretor americano PaulSchrader e estrelado por Jeff Goldlblum, suscitou reaçõespositivas, assim como "American Violet", em que a novata NicoleBehaire faz uma jovem mãe negra que enfrenta dificuldades numacidadezinha texana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.