Filme de Besson inspirado em Suu Kyi abrirá festival de Roma

O filme de Luc Besson "The Lady", inspirado na líder pró-democracia de Mianmar Aung San Suu Kyi, abrirá o Festival de Cinema de Roma, que vai de 27 de outubro a 4 de novembro.

REUTERS

26 de agosto de 2011 | 15h17

O filme, a ser exibido fora da competição, reconta a luta política e pessoal de Suu Kyi e tem a atriz de Hollywood Michelle Yeoh no papel principal - ela mesma foi alvo das autoridades de Mianmar por atuar no longa.

"Fui profundamente inspirado e tocado pela história pessoal de Aung San Suu Kyi e a sua luta por democracia e espero que, por esse filme, a causa e voz dela fiquem mais conhecidas", disse o cineasta francês Besson no anúncio do festival.

O filme é uma história de amor sobre Suu Kyi e seu marido britânico, Michel Aris, já falecido, e os detalhes de sua longa separação enquanto Suu Kyi foi detida em 1989.

As autoridades de Mianmar colocaram Yeoh em uma lista negra por sua atuação no filme e a deportaram quando ela viajou ao país em junho.

A atriz da Malásia é mais conhecida por ter trabalhado ao lado de Pierce Brosnan no filme de James Bond de 1997 "Tomorrow Never Dies".

Tudo o que sabemos sobre:
CINEMABESSON*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.