Filme brasileiro é premiado no Festival de Cinema Latino

O filme venezuelano O Vale, de Gustavo Balza, conquistou o mérito de melhor filme durante a entrega de prêmios do 4º Festival Internacional de Cinema Latino de Los Angeles, celebrada na noite de ontem no histórico Teatro Egípcio.O Vale narra a trágica história de uma adolescente grávida, como tantas outras jovens que morrem anualmente por abortos mal feitos. "É um filme que dificilmente será exibido comercialmente, mas que demonstra que o cinema é a melhor maneira de expressar a vida", disse Balza ao receber o prêmio das mãos do co-fundador do festival, Edward James Olmos.O prêmio de melhor roteirista foi para a polêmica comédia mexicana A lei de Herodes, um filme no qual o diretor Luis Estrada representou os vícios do Partido Revolucionário Institucional (PRI), que permaneceu no poder no México durante mais de 70 anos. Os Carvoeiros, do brasileiro Nigel Noble, foi eleito o melhor documentário e Identidade Cidadã, do venezuelano Diego Velascom melhor curta-metragem.

Agencia Estado,

30 de julho de 2000 | 13h19

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.