Filme brasileiro concorre a prêmio na França

A Casa de Alice, do diretor brasileiro Gustavo Pereira da Silva, vai participar da seção Cinema em Construção dos XVIII Encontros de Cinemas da América Latina de Toulouse, na França, que será realizada nos dias 23 e 24.A seção tem como objetivo ajudar, na fase de pós-produção, a finalizar e finalmente estrear filmes de países latino-americanos com problemas econômicos.Segundo a organização do Festival de Cinema de San Sebastián, que promove a seção, os outros selecionados do Festival de Toulouse são O Banho de Papai, de Enrique Fernández e César Charlone (Uruguai); Essas não são Penas, de Anahí Hoeneisen e Daniel Andrade (Equador); Família Tartaruga, de Rubén Imaz (México); A Ponta do Diabo, de Marcelo Paván (Argentina); e Raiva, de Oscar Cárdenas (Chile).Os comitês de seleção dos Encontros de Cinemas da América Latina de Toulouse e do Festival Internacional de San Sebastián analisaram um total de 67 filmes, procedentes da Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, Espanha, Guatemala, México, Nicarágua, Peru e Uruguai para a mostra Cinema em Construção.Pela primeira vez, a Confederação Internacional de Cinemas de Arte e Ensaio concederá em Toulouse o Prêmio Cinema em Construção, que consistirá em uma ajuda material para finalizar o filme agraciado até que o projeto disponha de uma cópia de 35 milímetros subtitulada.A próxima edição de Cinema em Construção será nos dias 26 e 27 de setembro, durante o Festival de Cinema de San Sebastián.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.