Filme argentino é o campeão em Viña del Mar

Nueces Para el Amor, do diretor argentino Alberto Lecchi, obteve o prêmio de melhor filme do 22º Festival Internacional de Cinema de Viña del Mar, que terminou na noite de ontem (sábado, 14). A produção, onde protagoniza a atriz espanhola Ariadna Gil e o argentino Gastón Pauls, foi selecionada entre 11 candidatos de oito países, no evento que aconteceu por seis dias, no Teatro Municipal de Viña del Mar, a 120 quilômetros à oeste de Santiago do Chile. Alberto Lecchi conquistou o prêmio "Gran Paoa de Oro", o maior troféu que outorga a organização do festival, na qual competiram quase uma dezena de longametragens de origem ibero-americano.O prêmio de melhor diretor foi para o chileno Silvio Caiozzi por seu trabalho em Coronación, enquanto que María Cánepa e Julio Jung, seus protagonistas, obtiveram a premiação em melhor atuação. O prêmio do público, entregue por votação das platéias nas diversas salas de cinema de Viña del Mar onde foram exibidos os filmes, foi para Pantaleón e as Visitadoras, do peruano Francisco Lombardi. O jurado entregou um prêmio especial a Cristián Galaz por El Chacotero Sentimental, um dos filmes chilenos de maior êxito no último ano.Também foram entregues distinções nas categorias de vídeo e curtas-metragens, às quais se acrescentou a entrega de um reconhecimento ao diretor do Festival de Cinema de Cartagena (Colombia), Víctor Nieto, pelos 40 anos que completou o evento. Também receberam prêmios especiais o realizador brasileiro Roberto Farías, ao exemplo de Gramado, pelos seus 50 anos de trabalho, e ao diretor argentino Adolfo Aristarain.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.