Universal Pictures
Universal Pictures

Filme ‘Anônimo’ lidera bilheterias nos EUA e ‘Godzilla vs. Kong’ estoura em outros países

Bob Odenkirk é o protagonista do thriller de vingança dirigido por Ilya Naishuller; veja trailer

Rebecca Rubin, Redação

29 de março de 2021 | 08h06

Bob Odenkirk como estrela de filmes de ação? É uma premissa tão inusitada, tão curiosa, que pode ter motivado o público norte-americano a ir aos cinemas assistir Anônimo (Nobody), um thriller de vingança que tem um despretensioso Odenkirk (o mesmo das séries Breaking Bad e Better Call Saul) roubando a cena.

Anônimo estreou no topo das bilheterias na América do Norte, coletando 6,7 milhões de dólares em 2.460 salas de cinema. É um começo sólido, mas não espetacular, uma vez que os cinemas em Los Angeles e em todo o país ainda começam a reabrir para valer.

Dirigido por Ilya Naishuller, Anônimo foi bem recebido pela crítica e pelo público. É centrado em um pai suburbano de vida pacata que entra em modo paranóico depois que alguém invade sua casa.

Na bilheteria internacional, Anônimo somou mais 5 milhões de dólares, aumentando sua arrecadação mundial para 11,7 milhões de dólares. Com o boca a boca e sem grandes concorrentes, Anônimo está preparado para permanecer na telona antes que a Universal coloque o filme em streaming premium em questão de semanas. O orçamento era de 16 milhões de dólares, então não deve ser difícil sair do vermelho.

Embora Anônimo tenha alcançado com facilidade o topo das paradas de bilheteria nos EUA, o filme dificilmente será o grande vencedor do fim de semana.

Fora da América do Norte, Godzilla vs. Kong estreou internacionalmente com impressionantes 121 milhões de dólares em 28 países.

O filme da Warner Bros, que coloca os monstros icônicos um contra o outro na luta pela eternidade, teve um início especialmente espetacular na China, onde amealhou 70,3 milhões de dólares ao longo dos três dias do fim de semana.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaBob OdenkirkIlya Naishuller

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.