Filmagem de Natalie Portman irrita judeus ortodoxos

A atriz Natalie Portman, que disputa o Oscar de melhor atriz coadjuvante por seu papel em Closer - Perto Demais, recebeu duras críticas dos judeus ultraortodoxos de Israel, irritados com a gravação de uma cena amorosa da atriz em frente ao Muro das Lamentações. Natalie Portman, de 23 anos, atualmente estuda na Universidade hebraica de Jerusalém, cidade onde nasceu.Na segunda-feira, a atriz filmou com o ator israelense Aki Avni uma cena de beijos dentro de um carro, para o filme Zona Franca, do cineasta israelense Amos Gitai. A cena, considerada "picante", foi rodada em frente ao Muro das Lamentações, último vestígio do Templo de Herodes, destruído pelos romanos no ano 70 da era cristã, e um lugar sagrado do Judaísmo. A equipe de produção do filme, incluindo os atores, foi expulsa do local por um grupo de fiéis, segundo o jornal local Yediot Aharonot. De acordo com o jornal, o cineasta não tinha autorização para filmar no local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.