Issei Kato|Reuters
Issei Kato|Reuters

Filha de Johnny Depp defende o pai, acusado de agredir a mulher

Ator está proibido de entrar em contato com Amber Heard, que disse ter sido agredida fisicamente e emocionalmente

Redação, AP

30 de maio de 2016 | 10h15

A filha de 17 anos do ator Johnny Depp defendeu o pai depois que a ex-mulher o acusou de violência doméstica. Em uma mensagem postada no Instagram, Lily-Rose Depp diz: “Meu pai é a pessoa mais doce e amável que eu conheço”. Lily-Rose é atriz e modelo. Sua mãe, Vanessa Paradis, é ex-mulher de Johnny Depp.

Ela não mencionou especificamente as alegações, mas disse que “Depp tem sido um pai maravilhoso para o meu irmão e eu, e todos que o conhecem diriam o mesmo”.

Recentemente, a ex-mulher do ator Amber Heard divulgou fotos do rosto com um hematoma e afirmou, em um tribunal, que Depp a tinha agredido fisicamente e emocionalmente.

O ator foi proibido de encontrar em contato com Heard até a audiência de 17 de junho.

Mais conteúdo sobre:
Johnny DeppCinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.