J. J. Guillén/ EFE
J. J. Guillén/ EFE

Figurinista britânica Yvonne Blake, vencedora do Oscar, morre aos 78 anos

Assinou mais de 50 produções dirigidas por nomes como Milos Forman, François Truffaut, Paul Verhoeven

EFE

17 de julho de 2018 | 08h29

A britânica Yvonne Blake, vencedora do Oscar de melhor figurino do filme Nicholas e Alexandra (1971) e com trabalhos destacados em outros longa-metragens, faleceu nesta terça-feira, aos 78 anos, em Madri.

A notícia da morte da figurinista foi anunciada pela Academia das Artes e Cinema da Espanha, de onde Yvonne era presidente de honra, após ter sido sua principal dirigente anteriormente.

Em janeiro deste ano, ela sofreu um acidente vascular cerebral, obrigando sua saída da presidência executiva da Academia.

Nascida em Manchester, em 1940, Yvonne Blake foi responsável pelo figurino de mais de 50 produções dirigidas por nomes como Milos Forman, François Truffaut, John Sturges e Paul Verhoeven.

Por Nicholas e Alexandra, de Franklin J. Schaffner, venceu o Oscar, ao lado do espanhol Antonio Castillo, e também disputou a estatueta em 1974 por A Vingança de Milady.

Ela foi candidata aos prêmios Emmy e Bafta e venceu em quatro ocasiões o Goya do cinema da Espanha, país onde acabou se estabelecendo e em 2012 recebeu o Prêmio Nacional de Cinematografia, a primeira mulher não-atriz a ser agraciada.

Yvonne Blake criou os figurinos de intérpretes como Ava Gardner, Audrey Hepburn, Elizabeth Taylor, Sean Connery, Marlon Brando, Charlton Heston, Lauren Bacall, Michael Caine, Omar Sharif, Natalie Portman e Robert De Niro, entre outros.

 

Mais conteúdo sobre:
Yvonne Blake

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.