Divulgação
Divulgação

Fici, festival para um público bem exigente

Na 12ª edição, evento internacional infantil traz atrações para várias faixas de idade, entre elas 100 filmes de 24 países

Eliana Silva de Souza, O Estado de S.Paulo

07 de novembro de 2014 | 02h05

Este será um fim de semana dedicado a um público mais que exigente, o infantil. De hoje até dia 16, a criançada poderá se divertir com programação do Festival Internacional de Cinema Infantil (Fici). Dirigido por Carla Camurati e Carla Esmeralda, o evento, que está na 12ª edição, traz em sua programação mais de cem filmes, entre curtas, médias e longas-metragens vindos de 24 países. Entre esses, alguns inéditos, como Kirikou, os Homens e as Mulheres (2012), de Michel Ocelot. E o diretor é o homenageado da mostra Mestre da Animação. Por isso mesmo, outros filmes seus serão exibidos, como As Aventuras de Azur e Asmar (2006).

Destaque também para a premiada animação Ernest & Célestine (2012), de Stéphane Aubier, Vincent Patar e Benjamin Renner. No lado nacional, figura como novidade o longa Até que a Sbórnia nos Separe (2013), de Otto Guerra e Ennio Torresan Jr., e traz a história da dupla Nico Nicolaiewsky e Hique Gomez, que marcou época com apresentações do espetáculo de humor Tangos e Tragédias.

O festival é dividido em programas, como Ritmos do Brasil, que traz série de curtas com a intenção de mostrar a diversidade musical brasileira, indo do chorinho ao baião. Na seção O Pequeno Jornalista, que terá a exibição do longa Uma Viagem Extraordinária, de Jean-Pierre Jeunet, o público é convidado a ver o filme e ainda participar de debate.

Um dos destaques mais concorridos é sem dúvida o Dublagem Ao Vivo. Neste quadro, enquanto o filme é exibido, profissionais fazem a dublagem em tempo real. Tem também uma sessão bem especial, a Pequenos Que Nem Você, que reúne curtas para os pequenos espectadores entre 3 e 4 anos. "Essa sessão é composta especificamente para os pequenos. Eles se divertem, participam, batem palmas e podem sair e voltar porque a sessão é uma composição de curtas e contempla assim a impaciência de algumas. Adoro assistir esta sessão com elas", esclarece a diretora Carla Esmeralda.

Após tanto tempo de realização do festival, a diretora diz que observa o aumento expressivo de crianças que frequentam cinemas e o aparecimento de uma geração (de criadores, diretores e produtores) que quer e faz filmes para crianças. "Há um interesse maior de televisões e distribuidoras pelo produto audiovisual para crianças", enfatiza.

FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA INFANTIL

Cinemark Eldorado. Av. Rebouças 3.970.

6ª a dom., 10h30/ 18h30. R$ 8. Até 16/11.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.