Festival exibe curta vencedor do Oscar

O documentário em curta-metragem Chernobyl Heart, de Maryann DeLeo, vencedor do Oscar deste ano na categoria, é uma das principais atrações do 6.º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, o Fica, que começa hoje a exibir os concorrentes, na cidade histórica de Goiás, a 128 km de Goiânia. São 4 longas, 7 médias e 16 curtas, além de duas séries televisivas, que serão apresentados até domingo.Em 39 minutos, Chernobyl Heart mostra os terríveis efeitos que ainda persistem na região da então União Soviética onde, em 1986, aconteceu o acidente com o reator da usina nuclear de Chernobyl. "As pessoas ainda estão morrendo com altas taxas de câncer, especialmente as crianças", disse Maryann, na cerimônia de entrega do Oscar. A presença do filme de Maryann DeLeo confirma o status internacional conquistado pelo Fica que, em sua sexta edição, já é considerado o quarto melhor festival do gênero no mundo e o mais importante realizado fora do território europeu.Entre os longas, um dos destaques é Espelho d´Água - Uma Viagem no Rio São Francisco, ficção de Marcus Vinícius Cezar estrelada por Fábio Assunção e Carla Regina. O filme, que mostra a busca de uma jovem por seu namorado na região do rio, foi premiado com a Margarida de Prata pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e um de seus atores, Francisco Carvalho, recebeu o Troféu Calunga de melhor coadjuvante no Festival do Recife.Como ocorre todos os anos, o Fica exibe uma seleção de filmes que revelam quais são as preocupações ambientais que mais sensibilizam os cineastas do mundo todo. O júri de seleção avaliou 222 obras inscritas por 48 países até definir a lista dos competidores que disputam um total de premiação de R$ 250 mil. Na programação paralela, o festival inova com a Mostra de Cinema Contemporâneo e dois cursos de cinema, além de oficinas, mesas-redondas e eventos culturais diversos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.